Hospital da Cidade

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hospital da Cidade

Mensagem por Syaoran em Ter 20 Maio 2014 - 15:37



O Hospital de Konoha é mantido pelos med-nin que trabalham sem parar para utilizar os seus jutsus em prol de ajudar as pessoas da cidade.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 15:34

Azaka trabalhava com fervor. Ah, sim, fervor de paixão, fervor de febre, enquanto levava as pessoas inocentes ao hospital, como sua mestra tinha ordenado. A rapariga Kokutou, uma vez que e via cercada de ruído humano, algo que a perturbava cada vez mais, ausentou-se e esperou do lado de fora.

O lado de fora de um hospital, sabia, era o local apropriado para fumar. Mas havia puro silêncio na área, a destruição já parecendo um espectro efêmero, os sons parecendo cada vez menos agonizantes.

... Agonia...

(Nota: O spoiler não é agradável de ler. Prossiga por sua conta e risco)

Spoiler:

Eu tive um sonho estranho hoje.

Estas foram as primeiras palavras que Ryougi Shiki diferiu a Kokutou Azaka mediante seu encontro. A assassina, de kimono aberto e semi-nua, descansava sob uma árvore de Sakuras, não muito longe da localização da Mansão Ryougi. Seu rosto era sereno e, ademais, menos humano do que a familiar já havia visto. A faca presenteada jazia ao lado de seu corpo, e ela virou para o lado, passando o braço sobre ela. Os olhos cinzentos se ergueram e encontraram o doce azul dos de Azaka.

Mesmo, Milady Ryougi?

Sim, mesmo. Foi tão real... Eu estava na casa dos Ryougi e, no meio da noite, tive um sonho erótico, um sonho dentro de sonhos. Foi tão prazeroso. Foi com a Sheena, acho, tocando o corpo firme dela e lhe acariciando enquanto gemia. Ela teve um orgasmo, e eu acordei. E... Eu ainda estava sonhando, pois as formas da casa pareciam geométricas, dançantes e exageradas. Era expressionismo puro, cubista. Eu me ergui, caminhando e sentindo cada coisa mais real do que jamais foi, algo tão real que meu cérebro ficou embriagado e entorpecido.

Uma pausa. Azaka no meio tempo coçou a parte de trás da cabeça, desconfortável e tentando se aliviar. Os olhos de Ryougi Shiki olhavam diretamente através dela, ela não estava mais ali.

Então eu caminhei, e caminhei, e caminhei, ouvindo as mariposas e borboletas que me cercavam, que cercavam o lago dos Ryuogi. Mais um pouco, e entrei no quarto da minha mãe. Mas não era o quarto dela.

Era o quarto de quem, Milady Ryougi?

Mana. Do meu irmão, Ryougi Mana. E o meu quarto, de repente, era o quarto dele, e a minha mãe estava no meu quarto. As coisas começaram a se inverter diante de mim, e achei a matriarca dos Ryougi deitada na minha cama. Eu me aproximei dela e toquei no ombro dela até despertá-la. Ela acordou e sorriu para mim, e perguntou o que tinha acontecido, e o que eu queria.

...

Eu disse que tive um sonho erótico e que queria sexo.

... E ela fodeu contigo? - Azaka nunca se lembra de já ter usado uma palavra de baixo calão até aquele momento.

Não. Eu que fodi com ela. Violei-a. Eu peguei minha faca, e enfiei na boca dela a força. Joguei a cabeça dela contra a parede. e a obriguei a pagar um bico a minha faca até ela se engasgar com a porra. No caso, engasgou-se com o sangue. Não tinha uma Deep Throat, pelo visto, pois não demorou muito. - a Ryougi começou a se afogar na risada com a própria 'piada', a referência lhe levando a loucura. Finalmente, ela parou e respirou. - Depois fui e chupei aquelas mamas deliciosas que todo mundo adora. Preferi as da Sheena no meu sonho. Chupei até que ficassem vermelhas e doloridas, e as cortei para tirar o leite com a qual fui amamentada. Comecei a descer e beijar o corpo dela até chegar na vagina da puta. Mas as pernas dela estavam fechadas. Esfaqueei diversas vezes, até abrir, e esfaqueei a sola do pé dela, para destruir os nervos. Meti a faca ali até arrancar... Eu queria arrancar o meu embrião dela, mas não achei. Então fechei com sexo anal, da exata forma como estás a imaginar. Estava cheia de sangue quando acabei, e o corpo dela estava esquartejado, mas não havia uma gota de sangue no quarto todo. Levantei-me, saí do quarto, voltei a minha, que agora era dela, e a dela era minha, e eu estava na cama... E eu acordei.

...

O silêncio separou ambas as raparigas.

... Milady Shiki.

O que foi, Azaka?

... Despertaste do sonho ou do transe?

Não transe. - a Ryougi sorriu. - Da transa.

Shiki afogou o rosto nas mãos, tentando despertar.

Sentiste minha falta, Azaka? Sentiste a falta da tua mestra?

Sim, Milady.

Então faça uma reverência, sua puta do caralho.

Uma faca. Shiki havia metido a faca no estômago de Azaka, para que ela se curvasse. E assim o fez, conforme a lâmina fria, tão fria quanto o sorriso da Ryougi, tão frio quanto seu coração, pressionava seu estômago.

Acabou. A ilusão quebrou, e nenhuma faca estava em seu estômago. Em estado de choque, a familiar ergueu o olhar para a assassina que sorria.

Curve-se perante sua superior, e eu lhe redimirei de todos os pecados dos sentimentos, dos pensamentos, dos conceitos.

E Azaka se curvou.

Azaka olhou para o lado, pressentindo cada vez mais pessoas chegando. A sua ligação de prana com a Ryougi estava ainda funcionando, e sabia exatamente onde estava sua Milady.

Ela foi, de ombros curvados.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Qua 25 Jun 2014 - 19:55

Saltando de telhados em telhados rapidamente sem qualquer pausa, quanto mais rápido, melhor as coisas correriam - Ficaria chateado contigo se partisses já. - disse o servant com um sorriso por baixo da máscara característica dos ANBUs. Pousou finalmente junto da porta do hospital, começando a entrar - Já cumpriste a tua parte, mereces uma pausa ahah! - brincou o grego, que de imediato ordenou que uma iryo nin tomasse cuidado de Alphonse para rapidamente dar começo ao tratamento. Com o ilusionista já numa maca o companheiro despediu-se - Eu visito-te daqui a uns instantes, e não te preocupes eu cubro a tua estadia, considera meu presente. - disse mais uma vez em jeito de brincadeira saindo do edifício e rumo às concentrações ainda presentes de espectros.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mysterion em Sex 27 Jun 2014 - 21:10

Here we are, mate.

Agradeço imensamente. - expressou um shinobi cansado que encontrará durante seu passeio para avaliar o estado de Konoha, ofegante tal como se seu pulmão houvesse de uma vez inchado e queimado, reduzindo a cinzas que saíam junto do sangue em sua contínua tosse. Hyde utilizava dos ventos de sua Chainsaw Demoníaca, esta que abriu os olhos de alguns dos presentes com espanto, quase tanto quanto o urso em si. O shinobi foi levado para dentro, e o familiar nada fez além de sorrir.

Outro trabalho bem feito. - disse, a acender o charuto.

Hum... Senhor Urso? - chamou uma das enfermeiras próximas.

Olá, honey. Se quiseres esta noite posso ser um daqueles Ursinhos Carinhosos contigo.

... Ela pareceu engolir mal a piada.

Não se pode fumar aqui dentro. Leis Públicas.

Oh, m*rda. Nem mesmo se eu trouxer mais dez destes gajos?

Podes sempre fumar do lado de fora, senhor.

Nah, já há fumaça o bastante pela vila, honey. Não gosto que me chamem de plagiador. - afirmou, apagando a chama. - Vão cobrar o serviço médico deles ou será pago pela vila?

Imagino que pela vila, senhor. É um momento trágico.

Huh. - foi tudo que o urso peluche respondeu em sua saída.

De todos os animais, o homem era o predileto de Hyde. O homem que havia lhe dado seu nome, suas características, e era o mais cruel dos animais. Como esta posição era exclusivamente humana, Hyde, ao ver a destruição que percorria Konohagakure, muito além do que havia visto no Porto, havia de se sentir puro e redimido a partir dos pecados dos outros.

Tanta energia negra deve estar a fazer mal a Sanae... Sinto ela fora dos limites da vila. Mas eu ainda posso trabalhar.

Gemidos de dor. Ao longe chegava um shinobi ferido.

Hey, mate! - chamou Hyde, estendendo-lhe a serra desligada. - Need a hand over there?
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Syaoran em Ter 1 Jul 2014 - 1:08

Vou pela cidade com o rumo traçado, pousou na frente daquele estabelecimento atolado de pessoas feridas. Tinha a certeza que não iria chegar muito depois ou até antes daquela pessoa pessoa tinha vindo o mais rápido que podia.

- Ela deve vir para aqui, espero que não demore... - dizia impaciente na entrada do local esperando a aparição daquela pessoa que não reconhecia. - (Não importa quantas vezes for falhei vou tentar de novo e de novo até resultar..) - pensava para  si olhando para todos os lados.


Última edição por Syaoran em Ter 1 Jul 2014 - 1:19, editado 1 vez(es)
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mustang em Ter 1 Jul 2014 - 1:16

Várias borboletas negras acumulavam-se às portas do hospital, materializando-se na jovem ilusionista. Observava a entrada daquele lugar, questionando-se se seria bom entrar e encontrar o familiar. Suspirou e sentou-se num dos bancos lá perto, observava as ruas destruídas de Konohagakure. A agitação que era entre os Shinobis, a cada segundo que passava entravam novos feridos da invasão. Que inferno.

- Já fiz o meu trabalho, curei o máximo de feridos que conseguia. - dizia para si mesmo tentando-se convencer que não tinha mais nada para fazer - Eu sei que queres sair Sheena. Eu gosto mais deste teu lado, mais solta, mais segura de si. Sou a personificação de tudo o que sempre quiseste ser. Querias ser reconhecida pelo teu clã, pelo Alphonse e pelo ferreiro, querias mostrar o que vales. - fez uma pausa - Então apareci eu, resultado da tua instabilidade emocional. Sou a criadora, aquela que rege a existência. Parece-me correcto na minha lógica, ser como Deus é o auge do reconhecimento, não?

Olhou para longe, vendo a chegada de Alibaba à porta do hospital. O interior de Sheena estremeceu, a velha personalidade queria sair, ou melhor, os sentimentos que nutria pelo Alquimista queriam levar a melhor aquela nova existência. Esta, fisicamente, não demonstrou nenhum pânico.

- Sheena-san, por favor acalma-te. Lembra-te que já terminaram tudo o que tinham. - abaixou a cabeça e sorriso - Não era o teu desejo? Realmente eras uma existência fraca. Eu nasci para seguir com as tuas convicções, não deixar-lhas apenas como sonhos que nunca alcançarás.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Ter 1 Jul 2014 - 1:24

A dupla master e servant entrara no hospital por vontade de Prometheus para todos fossem ter com Alphonse, sabendo que Sheena lá iria, e para que o grupo se reunisse por um momento. Já nas suas roupas casuais, o seu casaco preto e t-shirt laranja, o Archer sorria ao ver Sheena já no hospital, feliz que a sua premeditação fora correta. Notara também no ferreiro, que parecia estar atrás da ilusionista, talvez disputa de namorados.
Kyle nem notara Alibaba, ficando imensamente feliz por ver a sua companheira e num estado bom, pelo que perceptia do seu exterior. Se algo lhe tivesse acontecido, culparia-se por não a ter seguido às montanhas logo ou mesmo ter verificado quando lá fora. Colocando toda a sua vergonha de parte fizera algo que nem imaginava fazer, talvez nem fosse o próprio a fazer aquilo mas sim o seu subconsciente, correndo para Sheena, deixando até cair a sua lança que Archer então pegara, e abraçando-a com imensa força e colocando a cabeça no ombro dela - Preocupei-me contigo depois de teres acabado o teu trabalho, ficaria mal comigo se algo tivesse te acontecido e não pudesse fazer nada. - expressava com sinceridade, feliz e aliviado que tudo estava bem.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Syaoran em Ter 1 Jul 2014 - 1:36

Alibaba procurava algum sinal da Ilusionista e ao reconhecer a Kyle e Satoshi descobriu também a rapariga, aproximou-se do grupo.

- Sheena...   - chamava  pela rapariga já próximo - Ainda não acabou... Dá-me a minha... - ordenava  olhando pelo canto do olho para os dois no local  - A nossa  Sheena. Eu tenho a certeza que ainda estás ai dentro algures é impossível que ela tenha desaparecido e dado lugar a alguém que não tentaria ajudar alguém inconsciente à sua frente alguém que apenas a estava a tentar ajudar. - falava pedindo pela Sheena que amava.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mustang em Ter 1 Jul 2014 - 18:53

A jovem rapariga não estava destinada a ficar a sós, pelo menos naquela altura. Mesmo após chegar deu-se a entrada de Satoshi e Kyle, dando-se posteriormente a de Alibaba. O mago aproximou-se da jovem e abraçou-a, estava feliz pela sua segurança. Aquele movimento do parceiro mexeu de certa forma com Sheena, mas esta não demonstrava fisicamente, continuava com o seu olhar vago, sem reacção a nada. Alibaba interrompeu o momento, ordenando o regresso da sua "Sheena" o que fez a rapariga lançar um sorriso provocante.

- Calma Kyle-kun. - ... - Alibaba, é isso que não compreendes. Devias aceitar o facto de eu ser a verdadeira Sheena. A que tu conheceste era só uma máscara.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Syaoran em Ter 1 Jul 2014 - 19:21

Recebia a resposta daquela falsa Sheena, continuava o seu ato de entidade superior e insinuava que aquela mulher que ele tinha conhecido e se apaixonado era uma farsa uma mentira. As suas apalavras não chegavam até ela, mas ele não queria, não podia desistir ainda.

- Está bem então, essa falsa Sheena que tu falsa e que é a pessoa que eu quero pode ter-te fechado dentro dela e agora que estás solta não queres voltar a ser aprisionada. - falava abaixando-se em frente há mulher sentada - Todos temos partes de nós que queremos suprimir esconder, aprisionar, por nos fazer parecer fracos, por nos fazer parecer maus, ou simplesmente porque temos vergonha. Se tu fazes mesmo parte dela, deves saber melhor que ninguém que aquela que eu quero também faz parte de ti. Talvez seja difícil as duas se entenderem mas ambas fazem parte da mesma pessoa. Por favor tentem, por mim... por nós... por vocês. - pedida um esforço tentando pegar nas mãos da rapariga, não sabia se deveria acreditar que ela personagem à sua frente era também parte da entidade Sheena como um todo, mas tinha de tentar algo.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Ter 1 Jul 2014 - 19:45

Depois do espontâneo abraço o mago afastou-se um pouco, dando liberdade aos dois de falarem, pois parecia que precisavam disso. Apesar de estarem a falar de Sheena, e de querer perceber o que se passava, sabia que não era a altura de se intrometer sentando-se numa das várias cadeiras do hospital.
Já Prometheus ignorava por completo aquela situação dirigindo-se de imediato ao balcão abordando a atarefada enfermeira com um sorriso - Desculpe minha cara, mas será que quando for possível visitar o quarto do ANBU Alphonse poderia me informar? Muito obrigado. - pediu delicadamente, dirigindo-se então para a cadeira adjacente à do seu master. Sentou-se, pegou numa das inúmeras revistas que se encontram em cima das mesas e abriu-a - Mulheres han? - comentou com um certo gozo, brincando com Kyle.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mustang em Ter 1 Jul 2014 - 23:02

- Porque é que nunca disseste o que sentias à mais tempo? Porque é que deixavas tudo tão confuso? - a rapariga tinha um olhar sério agora, até um quanto chateado - Tu não sabes a confusão de pensamentos que criaste em mim. Nem eu sei. Foram esses sentimentos, essa confusão que criou o ser que vês à tua frente. - fez uma pausa e sorriu - Já estavas farto de criar armas? É porque tens aqui uma criação que excede todas as outras.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Syaoran em Ter 1 Jul 2014 - 23:22

Ouvia a rapariga pelas suas palavras começava a pensar que começava a chegar a algum lado, mas ainda não era suficiente, não sentia como se tudo tivesse resolvido.

- É isso um dos problemas? Perdoa-me por favor pela confusão. Eu costumo não falar sobre os meus problemas e sentimentos para outros, porque penso que seja um incomodo ou chato para os outros e talvez seja por isso que estas confusões acontecem. - dizia perdido pelo perdão da rapariga sentada, erguia-se de novo levando a sua mão à face com intenções de acariciar rapariga respirando fundo - As coisas que crio são como filhos para mim, para alem de me divertir a fazê-los, quando os termino e vejo ser utilizados encho-me de alegria e orgulho é impossível que eu fique farto de os criar. Mas esse divertimento, felicidade, orgulho e amor já o sentia em muito maior intensidade ti. Desculpa se te criei duvidas e te deixei confusa. - continuava a desculpar-se pelos seus erros.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mustang em Ter 1 Jul 2014 - 23:35

- Este ciclo é incrível, parece que não o consigo criar. Tentas encantar-me, depois esqueces-te de mim, depois vem as desculpas e por fim o ciclo repete-se. - comentava com o mesmo tom e mesma pose - Se gostas mesmo de mim tens que confiar em mim. Não posso ser deixada para segundo plano. - fez uma pausa - Se gostas mesmo de mim vais ter que encarar como eu sou. A tua Sheena ainda existe, sou eu. Apenas um pouco diferente, mais evoluída.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Syaoran em Qua 2 Jul 2014 - 0:12

- Sim, tens razão. Eu faço porcaria, afecto outro e depois apenas peço desculpas mas acabo por fazer porcaria de novo e a pedir desculpas de novo. - comentou suspirando  - Eu quero acreditar nisso, que tu sejas a mesma pessoa que eu amo. mas,  o que me vem à cabeça é a imagem daquela rapariga, que apenas te queria ajudar, no chão e tu simplesmente a ignorara-la. Se essa evolução vai-te fazer uma pessoa insensível, vai-me custar a aceitar a mudança. Mas eu quero ficar contigo, foi a única razão que me fez voltar. Se não fosse por ti acho que tinha esquecido tudo daqui, iria ser coroando e iria seguir a minha vida lá. - disse abaixando a cabeça
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Qua 2 Jul 2014 - 14:21

Enquanto o casal discutia, Kyle tentava-se abstrair da conversa entre os dois. Olhava para os lados, mas só via familiares tristes com o coração nas mãos enquanto esperavam por saber o estado dos seus próximos. Pegara numa revista tal como o seu servant e tentara ler para ocupar o tempo, mas para além das revistas serem desinteressantes, não conseguia focar-se nisso. O jovem queria imensamente aprimorar as suas técnicas. Queria melhorar e não era estar parado naquele local, ainda por cima contagiado com tristeza, que iria conseguir isso. No entanto, queria ver também como estaria Alphonse e por isso mantinha-se quieto no seu lugar, tentando iludir a passagem do tempo.
Já Archer continuava a leitura, porém esse era apenas um disfarce. Na realidade o manhoso grego pensava nas várias hipóteses para a localização do Templo, e esporadicamente ia mudando de página, fazendo parecer que estava realmente a ler. Pela sua estimativa, o templo não deveria estar em nenhum dos continentes ou nas vilas. Teria que estar algures isolado e com acesso mais difícil. Uma ilha enquadraria bem estas condições, no meio do mar, talvez uma ilha com aspecto deserto e desabitado para camuflar a presença. Era uma hipótese, uma forte hipótese pensava Prometheus.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Onime no Kyo em Qui 3 Jul 2014 - 14:39

Entretanto, sentado a um canto, um jovem sonolento ia discretamente assistindo à conversa. Porém, a sua presença acaba por ser notada, devido a um simples acto: um bocejo.

Parece que tou a ver uma telenovela... Até já me tá a dar sono. Arranjem um quarto, que isso fica logo resolvido
avatar
Onime no Kyo

Mensagens : 3
Data de inscrição : 02/07/2014

Ficha do personagem
Nome:: Morgan Riley
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mustang em Qui 3 Jul 2014 - 19:24

- Isso é uma decisão muito irracional, deixar tudo por alguém. Tu também sabes que não conseguirás adaptar-me completamente ao meu novo eu. - suspirou - É melhor deixarmos isto em branco por uns tempos. É o melhor. - logo a sua atenção foi capturada por um rapaz desconhecido, mandava um comentário um pouco desviado do tema. Sheena olhou-o pelo canto do olho e cuspiu em seco. Olhou uma última vez Alibaba e virou as costas, aproximando-se de Satoshi e Kyle - Vamos?
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Syaoran em Qui 3 Jul 2014 - 19:59

- Sim, controlado pelos sentimentos as pessoas fazem coisas irracional, tanto boas como más. Mas não me arrependo em nada ter recusado ser coroado. - disse perante o anuncio da mulher focando os olhos no chão - mas se é isso que queres, assim seja. Vai vê-lo, espero que ele melhor. - disse enquanto a via ir embora.

Coçou a cabeça sem saber bem o que fazer enquanto começava a afastar se daquele lugar, sem possibilidade de as conter mais a sua cabeça voltou a encher se de murmuros e gritos insuportáveis.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mustang em Sex 4 Jul 2014 - 17:22

Alguém descia pela escadaria do hospital, tomava rumo à entrada. Em passos lentos e calmos, Alphonse aproximou-se dos seus companheiros, estava de tronco nu e as ligaduras rodeavam o seu corpo da cintura para cima, os seus longos cabelos verdes vinham amarrados por um fio. Os seus olhos estavam serenos, encarava os rapazes com neutralidade. Aproximou-se o suficiente para perceber a diferença no espírito de Sheena. Esta olhou-o pelo canto do olho, sabia que algo estava prestes a começar. O superior suspirou e olhou para Kyle e Satoshi.

- Espero que me possam relatar a situação após eu sair do campo de batalha. - comentou naturalmente e logo olhou para Sheena - Estás bem? Não saíste ferida?

- A pergunta é: ainda não devias estar de repouso? - perguntou com um sorriso no rosto fazendo o ilusionista cuspir em seco - Mas sim, correu tudo bem. Tive um pequeno confronto com um espectro, acho que até é tua amiga. Ryougi Shiki. - acabou a sua frase num tom provocante, mas Alphonse não se mostrou surpreendido. Sheena mandou-lhe mais um sorriso, desta vez desafiador - Era tua amiga não era? Afinal pelo que me parece os espectros tem uma relação... - a jovem não conseguiu acabar a frase, sentiu as tonturas apoderarem-se da sua mente, não conseguia controlar o próprio corpo. Olhava nos olhos do Sasagawa e via aquela expressão neutra e vazia, de nada mais se tratava do que hipnose. Sucumbiu e deixou o seu corpo cair para a frente, sendo apanhada pelo rapaz.

- Já percebi que aconteceu algo. - disse num sussurro - Kyle, Satoshi, preciso que me expliquem o que se passou detalhadamente.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 6 Jul 2014 - 17:21

- Bem, eu não estive presente nos acontecimentos. - começou por dizer o servant, que ainda folheava as páginas da revista, mas nem as lia - Mas o que sei é que a Ryougi Shiki matou-se na frente dela e creio que daquele ferreiro loiro, ou pelo menos ele esteve com elas em algum momento. - explicou Archer. Pousou a revista e levantou-se - Não sei se foi algum feitiço, algo que essa tal Shiki fez nela, ou se foram simplesmente palavras e ter assistido à sua morte que a mudaram, mas sem dúvida a Sheena está diferente. Uma rapariga tentou ajudá-la, mas no processo caiu num coma, provavelmente tentou lidar com algo além das suas capacidades mas não creio que nada tenha mudado nela. - disse, referindo-se à familiar de Alphonse.

Kyle não falava, tudo o que o seu servant dizia era verdade, e apenas poderia confirmar o que havia dito. Olhava para Sheena, realmente ela estava diferente, que podia ele fazer? Ou podia ter feito para impedir aquilo?

Archer olhou para Sheena - Não digo que mudar seja algo mau, no entanto sinto que isto é uma altura importante de reflexão dela. Apenas temo que ela não faça as melhores decisões e que caias no erro que muitos fizeram. - proferiu palavras de um amigo genuinamente preocupado.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Onime no Kyo em Dom 6 Jul 2014 - 22:38

Passado algum tempo, Morgan, revigorado pelo descanso, decide abandonar o hospital

Já descansei que chegue. Vou-me mas é pirar daqui. Talvez vá treinar...

E saiu
avatar
Onime no Kyo

Mensagens : 3
Data de inscrição : 02/07/2014

Ficha do personagem
Nome:: Morgan Riley
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mustang em Qua 9 Jul 2014 - 13:26

- Não te preocupes com ela Satoshi. - respondeu enquanto pegava na jovem ao colo - A invasão acabou, o Hokage deve estar a tratar dos últimos pormenores. Com o meu corpo assim, não consigo combater já. - olhou seriamente para Archer - O que pensas fazer agora?
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Qua 9 Jul 2014 - 18:21

- Quero rever uma velha amiga. - respondeu, deixando um certo mistério no ar. Apesar de não ter problemas em contar o que iria fazer, se revelasse estaria a facilitar o reconhecimento da sua identidade - Esta amiga pode dar algumas informações importantes sobre o futuro e o mal que parece se aproximar. - acrescentou, dando uma justificação para a sua 'busca' à sua 'amiga'.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Mustang em Qui 10 Jul 2014 - 20:21

- Uma amiga? Interessante como arranjas sempre calma para enfrentar estas situações. - virou as costas a Archer começando a sair com Sheena nos braços, enquanto caminhava o seu cabelo começava a ficar mais curto e a tornar-se azul, em poucos segundos tinha ocultado a sua aparência física, transformando-se no rosto de "costume". Virou um pouco o rosto e respondeu com um sorriso, uma mudança de personalidade evidente, encarava o papel daquela personagem - Bem Satoshi-kun eu vou ficar com a Sheena-san, ela parece estar frágil. Espero que consigas chegar à tua amiga.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital da Cidade

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum