Montanhas Vulcânicas

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mustang em Ter 24 Jun 2014 - 16:02

- Mata o Alibaba. - foi a resposta instantânea que se exibiu na sua mente e se reflectiu no seu olhar para o ferreiro. Segundos depois arregalou os olhos, surpreendida com aquela resposta, o que se passava com ela? O que era aquele sentimento tão estranho. Será que por estar perto de Shiki descobria aquelas sensações... Não.. ela não podia estar afogada naqueles sentimentos, não podia perder para a irracionalidade. Suspirou, esperava que a assassina não entendesse os seus pensamentos. Suspirou e abaixou a cabeça.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 16:11

... Shiki sorriu. Um sorriso tão frio quanto sua lâmina, tão frio quanto seu coração. Sheena não podia prever o que ocorria naquele diálogo. Levar Ryougi Shiki a um interrogatório e similares é ineficaz.

Porque não é o investigador que analisa ela. Ryougi Shiki que analisava o investigador. O movimento dos olhos de Sheena era óbvio, ainda mais a vergonha e cansaço expressados em seus gestos.

Então assim será? Vamos, diz o que quer. - Shiki deixava claro no seu tom, sem sarcasmo ou ironia, que percebera a extensão dos sentimentos de Sheena, mas, para o observador casual, a rapariga Crystal não tinha expressado seu desejo.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mustang em Ter 24 Jun 2014 - 16:16

- Chega Shiki! - disse colocando uma mão na cabeça. Não tinha gritado nem nada do género, a sua voz continuava roca e os seus olhos continuavam vagos - Tu já percebeste qual era o meu desejo, qual a necessidade de o verbalizar? Eu já percebi, tu não és humana. - concluiu olhando para assassina - Aquele que rompe o fluxo da vida e quebra as leis do ciclo. Espera pela exaltação dos sentimentos para quebrar-lhes com o seu vazio. Isso é a definição de um demónio. Akuma no Shiki. - acabou por sorrir e encarar-lhe - Do momento em que tu realizares o meu desejo, eu passarei a ser como tu. Irei transformar-me num demónio. Eu não quero sucumbir a minha própria irracionalidade.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 16:27

... Não, não é irracionalidade. Sabes muito bem disso. É o exato oposto. É overthinking. - definiu Akuma no Shiki, que apenas sorriu. Ergueu a mão como se para acenar. - Acho que está na hora de quebrar o ciclo. Sheeena, faça-me algo que eu mesma não posso fazer, e ame a ti mesma, pois eu amo apenas a mim mesmo. Faça preces para que eu consiga fazer o meu irmão voltar, e quebrar este ciclo. Mas... Pareces que me desafias. Não queres que eu realize o que quero. É isso mesmo? A minha escolha vai castigar as suas?
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mustang em Ter 24 Jun 2014 - 16:32

- O meu maior medo não é o que tu possas fazer. - fez uma pequena pausa e logo continuou - O meu maior medo é entender parte do que sentes, é saber que posso não controlar os meus sentimentos. Já sentiste como se tivesses uma parte em ti que não conhecesses? Teres medo de ti própria? É isso.. eu tenho medo de mim. - voltou a encarar Shiki, com um vazio ainda mais profundo nos olhos - Tenho receio de acabar por me tornar na Shiki.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Syaoran em Ter 24 Jun 2014 - 16:37

- As mulheres são complicadas não é Vee? À pouco estavam a falar tentando tornaram-se amigas, mas agora parece que se querem matar uma a outra, até dá medo. - comentava acariciando o Pokemon nos seus braços e de seguida olhou para as raparigas- Vocês também precisam de se acalmar. Ciclos, destino. Não sei porque se estão a preocupar com isso, apenas seguiram essa coisa que chamam destino se acreditarem que não podem fugir dele. Tudo tem maneira de ser concertado, pode não ser através de vocês, mas de certeza que alguém no mundo tem a habilidade para o concertar. Por isso acalmem-se lá - disse olhando as mulheres que continuavam a falar sobre os seus problemas sentimentais, ainda conseguia ver o Ferreiro a afastar-se sabia bem que ele tinha ouvido tudo que tinha sido dito, mas a sua cabeça estaca cheia de problemas e não só seus.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 16:41

... Que o seja.

...

Sheena? Quem vou possuir hoje? A ti? Ou ao Estrela de Benu?
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mustang em Ter 24 Jun 2014 - 16:45

- Estrela de Benu? - perguntou confusa, ainda não sabia da identidade de Alphonse como espectro. Ouviu as palavras de Judal e acordou parcialmente, olhou para o rapaz seriamente, ainda conseguia manter a sua consciência "humana" - Judal-kun não interfiras. Aconselho-te a saíres daqui o mais rapidamente possível. - levou suavemente as suas mãos ao pescoço e retirou o colar que Alibaba lhe oferece. Num gesto simples atirou o objecto para os pés de Judal - Devolve isso ao Alibaba. Já não me vai ser necessário.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 16:49



...

...

...

... Sheena? Quem eu, Akuma no Shiki, vou possuir hoje? A ti? Ou ao Alphonse?
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Syaoran em Ter 24 Jun 2014 - 16:54

Judal continauva a olhar as duas, percebia que as coisas não iriam ficar bonitas e a prova disso fora o retorno do presente de Alibaba, mas tinha recebido as suas "ordens"

- Hmmm? Ele disse-me para eu ficar à vontade e é isso que irei fazer. Não vou ser obrigado a lhe devolver isso, se queres que isso chegue às mãos dele entrega-lhe tu mesma. - respondeu enquanto abaixava-se para facilitar que Vee volta-se ao chão - Vee... tem cuidado. - sussurrou para o animal enquanto se levantava de novo - Irei-me afastar  e não me meter nas vossas discussões se quiser, mesmo que me ignorem vou ficar aqui. Por isso continuem. - terminou batendo com o ceptro duas vezes no chão.

Vee o eevee depois de voltar ao solo afastou-se um pouco de Judal ficando nas suas costas, perto do local a onde Alibaba havia ficado sentado.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mustang em Ter 24 Jun 2014 - 16:57

Os olhos de Sheena arregalaram-se com aquela notícia..Alphonse era um espectro que seguia as ordens de Hades. Abanou a cabeça negativamente, não podia deixar aquilo impressionar-lhe. Ergueu ambas as mãos e levou-las até ao cabelo, amarrando-o com calma. Delicadamente, levou uma das mãos atrás da cintura, retirando pequeno punhal que tinha da sua família. Olhou de modo determinado para Shiki. Se fosse para ser engolida por aqueles sentimentos, então deixaria-se engolir naquele combate, tornar-se-ia num demónio, numa assassina e tentaria ceifar a vida da "amiga".

- Não tocaras nem num fio dos seus cabelos. - suspirou com as palavras "estúpidas" de Judal. Com a sua personalidade alterada, apenas sorriu - Por mim é indiferente se lhe devolves isso ou não. Quanto a ti, talvez até seja bom que ficas por cá. A sede de sangue de Shiki é enorme... e eu nunca gostei de ti. - rodopiou a lâmina nas suas mãos e apontou-a para Shiki - Já fiz a minha escolha.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 17:08

... Então escolheste pelo Alphonse. Mandarei minhas melhores preces a ele. E, se realmente o quiseres, este aí do canto.

E Shiki avançou.

Shiki não simplesmente avançava, mas parecia engolir o ambiente, o caminho, e engolir a distância entre as duas. Portava em suas mãos a adaga traiçoeira e agora irônica, Wind Breaker, e sua aproximação veloz de Sheena fazia os ventos tremerem. O próprio ar parecia se bifurcar, querendo se ausentar do confronto entre ambas, sabia que não importava quem vencesse, um demônio andaria por aquela terra, uma existência inadequada. Não muito, e logo estava a Ryougi diante da outra jovem, a lâmina traiçoeira rasgando o ar e tentando exterminar as linhas dela.

Mas a distância não era de um combate, e sim de uma ceifa macabra. Shiki está distante demais de Sheena para que esta lhe conseguisse perfurar, e na distância ideal para os ventos da Wind Breaker lhe despedaçarem. Era um cenário tão fatalista quanto as duas envolvidas.

Sheena. Não lamente. O ciclo poderá se repetir, e viverás isso. De novo. E de novo. Infinitamente.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Syaoran em Ter 24 Jun 2014 - 17:14

- Hahaha. No meu caso, eu acho que comecei a gostar mais de ti agora. - comentou ainda a rir-se, os seus pés começavam a descolar-se do chão molhado.

Shiki fazia a sua investida aproximando-se com velocidade, era impossível para o mago a acompanhar por muito que quisesse, mas pelo menos podia utilizar a sua magia e com o terreno moldado por si facilitava em muito a tarefa, quase sem  se mexer depois de  deixar o solo uma barreira de gelo se ergeu alguns metros em frente de Sheena e consequente em frnete de Judal e Vee, era transparente mas resistente, para sua surpresa Shiki não avançava para perfurar Sheena, mas utilizava os poderes da adaga feita por Alibaba, mesmo assim a barreira estaria em caminho.

Vee continuava parada alguns metros atrás de Judal, apavorada, perto do corpo do Servo de Hades morto por Alibaba na cidade, se fosse um ano atrás ela teria simplesmente fugido para Alibaba ou até sem rumo, mas agora tinha um pouco de coragem para pelo menos ficar ali, talvez pela presença de Judal.

Spoiler:

Energia: 75 - 7 (magia de gelo) - 68
Stamina: 55


Atributos:
2 Força
3 Velocidade
1 Resistência
19 Poder Mágico


Última edição por Eu Amo o Igneel em Ter 24 Jun 2014 - 17:20, editado 1 vez(es)
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 17:18

Judal. Isto é entre eu e ela. FIQUE FORA.

A rajada de Shiki, que tinha muito mais precisão, rasgou através da barreira de gelo e lançou outra rajada de vento, novamente com o mesmo objetivo. Desta vez, garantiu de que não haveria espaço para o mago meter outra barreira.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mustang em Ter 24 Jun 2014 - 17:48

- Idiota. - respondeu Sheena com um sorriso perante as palavras de Judal, inconscientemente elas tinham-na ajudado a recuperar daquela "personalidade". Activando logo o seu raciocínio, como mais aclamada do seu clã, aproveitou as habilidades do mago e as investidas de Shiki para elaborar ma estratégia que tomaria a vida da assassina. Aproveitando a barreira de gelo, Sheena usufrui da pouca visibilidade da adversária, criou uma ilusão que afectaria os dois sentidos dela, tanto a visão como a audição, não deveria ser difícil enganar a assassina, já que tinham o mesmo poder mágico. A ilusão escondia a sua arma sobre um manto invisível, enquanto criava outra na mesma mão, dando a impressão que a arma mantinha-se sempre lá, aproveitando a camuflagem do gelo, Sheena num movimento discreto atirou a arma que passou pela brecha no gelo causada por Shiki, o som da lâmina a rasgar o ar também era abafado pela ilusão. Crystal ergueu um dos braços para tentar proteger-se de uma das camadas de ar, percebendo a funcionalidade daquela arma graças a Judal. Um corte profundo surgiu no seu braço e uma grande quantidade de sangue jorrou. O corte era profundo, Shiki tinha-se aproximado mais, mas isso também seria crucial para ela, já que estaria mais próxima da adaga de Sheena que era arremessada em direcção ao seu peito - Merda!

Com uma sucessão de mortais, a jovem afastou-se da assassína, aproximando-se de Judal. Agachou-se e colocou a mão sobre o colar de Alibaba, retomando a sua pose. A energia do colar manifestou-se de imediato, começando a cobrir o braço de Sheena e a curar-lhe gradualmente.

- Tens razão, terei de ser eu a devolver este cordão ao Alibaba. - respondeu com um sorriso, estava de novo cheio de adrenalina. Nem percebia que aquela personalidade não era sua. Algo estava a despertar.

Energia: 40 - 5 = 35
Stamina: 40 -3 = 37
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 17:56

...

Satsujinki.

...

Um pequeno timbre foi escutado. A adaga de Sheena havia perfurado o ombro da assassina, deixando um leve sangue escorrer. Tinha sido repelida pela quantidade imensa de ventos ao redor da Ryougi, que pareceu pouco surpresa. Shiki, ao invés de qualquer outra atitude, pegou o punhal real e guardou consigo, para que Sheena não tivesse mais aquela dianteira. Mas primeiro...

Bateu uma adaga na outra, produzindo um som. Um som infernal, que representaria o medo mais profundo de ambos os seus adversários. Isso, sabia ela, incapacitaria Judal, devido a falta de experiência que este deveria ter com as ilusões particulares da Ryougi, e desnortearia Sheena por um segundo, o bastante para Shiki se aproximar com grande velocidade.

Uma vez que a Hell's Vision tinha sido liberada, Shiki começou a se locomover com seus passos duplos ao redor de Sheena, liberando ventos cortantes para a decepar, para arrancar seu braço, pernas, o que pudesse. A intenção dos passos duplos era a desnortear, pois estes não eram ilusórios e, se Judal tivesse qualquer chance de superar a ilusão, ele não teria como proteger a aclamada herdeira.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Tsunayoshi em Ter 24 Jun 2014 - 18:45

Já tinha ajudado toda gente que podia. O seu sector da vila estava evacuado e os feridos encaminhados para o hospital. Sheena tinha abandonado-o a meio do trabalho, dirigia-se a caminho das montanhas, encontrar-se com o Alibaba presumiu. Porém já passara imenso tempo desde que ela se tinha afastado, e ainda por cima sem dizer nada. Cerrou o punho que assegurava a lança, tinha um mau pressentimento, ainda mais, os ataques ocorriam na vila, porquê as montanhas? Tinha que saber se a sua parceira de equipa estava bem, tinha que fazer isso pelo Alphonse, seu mestre, pelo Alibaba, seu amigo e por si. Lançou-se de imediato em direcção às montanhas, empunhando firmemente a sua lança.
Corria, não abrandava, não olhava para trás, sabia que se algo acontecesse à sua parceira, Alphonse ficaria descontente consigo, Archer desiludido, e Kyle culparia-se para sempre. Mas não estaria a pensar no pior? Não podia simplesmente Alibaba e Sheena estarem a sós a ter um momento importante, porquê imaginar o pior? Talvez fosse este ambiente que apoderara a vila a influenciar, e porque preferia passar uma vergonha em intrometer-se no meio do casal do que ficar parado sem puder dar o seu contributo se algo acontecesse.

- Alibaba? - perguntou-se ao ver uma pessoa loira e de estatura semelhante um pouco mais afastado a ir no sentido inverso ao seu. Parou por um momento e olhou mais atentamente - Alibaba! - exclamou o jovem, já certo que era o seu amigo ferreiro. Correu em direcção a este - À quanto tempo! Como estás? - perguntava, mas rapidamente algo surgiu-lhe na sua mente... Se Alibaba estava aqui... - Ei, onde está a Sheena? Eu vi-a a dirigir-se para aqui, encontraste-a? - perguntou o mago, começando a ficar mais preocupado que afinal, os seus pensamentos negativos podiam estar certos.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mustang em Ter 24 Jun 2014 - 18:56



Estaria tudo acabado? Não, Sheena não deixaria aquela história acabar por ali, ainda tinha muitas coisas para fazer. Uma delas seria salvar-se a si própria daqueles sentimentos, outra seria salvar Alibaba do cargo que carregava nos ombros e por fim, libertaria Alphonse de todo o ódio e de toda a vingança que tinha no corpo. Viu a sua estratégia ter um sucesso parcial, tendo também os seus contras, já que a assassina ficara com o seu punhal. Shiki pegava em ambas as armas e batera-as uma na outra, criando um som que activaria uma ilusão, nunca cessou os movimentos, agora haviam diversas Shikis que caminhavam na direcção da donzela, todas com a mesma intenção assassina. Sheena sorriu.

- Que descaramento o teu, utilizar as técnicas do meu próprio clã contra mim. É certo que não surtiram efeito. - Ergueu a sua mão majestosamente enquanto os seus cabelos amarrados rodavam em torno do seu corpo, parecia uma princesa que exaltava toda a beleza do seu corpo, o colar no seu pescoço brilhava como nunca antes tinha brilhado. Uma ilusão tinha sido activada, uma ilusão a nível auditivo que quebraria o próprio sentido. Com aquela ilusão, Sheena desactivara por momentos a sua audição e a de Judal, quebrando assim o sucesso da Hell's Vision - Eu também sou uma ilusionista.

"Está na altura de mostrar do que sou capaz, está na altura de ser útil. Treinei arduamente um ano e meio sobre as ordens de Alphonse, não o vou desiludir. Sou uma ANBU de konohagakure. Sou forte!"

Crystal notava no aumento de poder de Shiki, utilizara alguma técnica para aumentar a sua velocidade. Poderia ser um problema, ou então não. A assassina aproximou-se rapidamente de Sheena e traçou um percurso em torno dela, multiplicando o seu corpo pela velocidade dos seus passos, uma verdadeira assassina, um verdadeiro monstro. Sheena sorriu ainda com o seu braço ferido erguido no ar. Uma camada de energia começou a percorrer todo o corpo da ilusionista, esta fechou os olhos enquanto canalizava aquele poder, pensava em todos os seus sentimentos e organizava-os sucessivamente. Ela era um demónio tal como Shiki, deixava-se levar pelos sentimentos extremos e tornava-se num ser irracional, mas ela seria diferente da Ryougi. Ela seria um demónio que controlaria os seus próprios poderes, que os usaria para mudar o destino, que os usaria para quebrar o ciclo. O sangue que escorria pelo seu braço acabou por atingir o cordão oferecido por Alibaba, este reagiu aos fluídos da dona e brilhou intensamente, como se de um contracto se tratasse. Sheena alargou o seu sorriso, sabia o que tinha de fazer. Tinha de acreditar nos seus sentimentos pelo homem que amava, tinha que acreditar que ele nunca a abandonara, afinal deixara o seu espírito naquela arma.

...

...

Shiki começou a mover a Wind Breaker e a formar novas manifestações no ar, formando uma espécie de furacão. Estava doida, queria arrancar cada membro de Sheena. Os cortes começaram a aparecer no corpo da jovem, primeiro um na perna, outro no braço, outro na cintura. Felizmente, o seu colar era do mesmo rank da arma da adversária, conseguindo assim curar-lhe aqueles golpes à medida que eles eram desferidos. Todavia a velocidade de Shiki era muito, se ela não se despachasse, os poderes curativos não iam adiantar de nada. Aproveitou o sangue sobre a Sunset Party e o brilho que dela emanava.

- Sapporo D. Sheena, descendente da linhagem secundária do clã Sapporo, exige a libertação do teu poder. - ordenou com um sorriso confiante, assumindo-se como integrante do clã Sapporo, o clã de ilusionistas mais conhecido e mais sombrio. O colar brilhou ainda mais e começou a apoderar-se do corpo da jovem, como se nada fosse a pele da rapariga começou a ficar mais pálida, uma tatuagem em forma de raio negro iniciou na sua testa até atravessar o seu olho esquerdo. Os seus cabelos soltaram-se e começaram a ficar brancos. Sheena tinha nascido como um demónio, a verdadeira personificação de toda aquela confusão. - Parece que no final de tudo.... eu era o demónio.

Sheena continuo a ser atingida pelos golpes de Shiki, mas naquele modo, naquela sincronização, os poderes curativos da sunset party eram muito mais eficientes. As feridas eram imediatamente curadas. Mesmo assim, preferindo não arriscar, levantou voo, começando a afastar-se do solo. Nos ares, sorriu para Shiki.

Energia: 35 - 10 = 25
Stamina: 37
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Syaoran em Ter 24 Jun 2014 - 19:34

Alibaba já se tinha afastado demasiado, não podendo saber o que se passava com os que tinha deixado para trás, a sua cabeça estava demasiado nublada para ele conseguir tomar uma decisão certa, tinha ficado assim desde aquele dia, o fim de tudo no País que abandonou. Cansado e ferido o seu caminho fora interrompido com o chamar de Kyle.

- Kyle...  a Hime-chan... ela está lá, está a falar com a Neko-chan. - respondeu sem animo acenando coma cabeça para a direcção de onde tinha vindo - Obrigado por lhe fazeres chegar ás mãos o meu presente. - agradeceu ainda sem vida na sua voz, deixou o corpo cair cruzando as pernas e sentando-se no chão.


Na zona de batalha Judal, inexperiente ao sofrer ataques ilusórios, arregalava os olhos vendo a Assassina correr na sua direcção apenas para a ver quase trespassar Alibaba, mas antes que o dano fosse feito tudo desapareceu, sentia que algo faltava, a sua audição, mas agora tinha algo mais com que se preocupar, naquele pouco tempo que teve em transe Shiki havia chegado a Sheena e andava à sua volta a cortando com os poderes da arma de Alibaba. Mas para sua surpresa a luz ofescante que saia do meio do tornado de vento no final mostrou uma nova pessoa que saiu a voar daquela zona.

(Ela... ela desbloqueou o poder do colar... Só espero que a outra não...) - murmurava na sua mente enquanto ele próprio   afastava do solo por precaução e para não poder estar ao alcance da lamina de Shiki. No ar felicitou a ilusionista - Parabéns... - mesmo sem saber se conseguiriam ouvir.

Agarrando o seu Ceptro com as duas mãos  o apontou para  Shiki a água do chão, gota a gota como se agulhas se tratassem, afiadas como tal subiram  para tentar perfurar a Assassina Ilusionista a partir de baixo, depois de subirem acertando ou não na adversaria iriam cair como chuva normal.
Vee entretanto com toda aquela confusão havia desaparecido presumidamente se escondendo.


- Precisas de alguma arma? - perguntou olhando por momentos para Sheena, tentando não tirar os olhos de Shiki.


Spoiler:

Energia: 75 - 7 - 68 - 10 = 58
Stamina: 55


Atributos:
2 Força
3 Velocidade
1 Resistência
19 Poder Mágico
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 19:44

Ha.

...


....


............

...............

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Stab. Stab. As agulhas geladas lhe perfuram a pele por baixo, a matam até, mas ela não se interessa por isso, interessa, pobre Shiki? Não. Te interessas mais por teres a transformado em Akuma, não? Interessas mais por ela ter aprendido a voar, não? Interessas mais pelo Judal ter interferido e assim negado tudo, não? Interessa nem um pouco a sensação do que lhe perfura a pele? De saber como sentem estas facadas? De ouvir o timbre da Wind Breaker a cair no chão, próxima para receber outro mestre? Não.

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Isto. Esta risada que lhe interessa, não é, Ryougi Shiki? Saber que rirá naquele momento de novo. E de novo. E de novo. E de novo. Infinitamente. E que Sheena sangrará pelo braço de novo. E de novo. E de novo. Infinitamente. Saber que nunca foi um ciclo em primeiro lugar, mas sim um círculo vicioso.

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

... Ha. Ha.

Ryougi Shiki, sem qualquer culpa ou estado, caiu no chão, desinteressada nos vivos.

E assim acaba a balada, até a próxima vez.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mustang em Ter 24 Jun 2014 - 19:48

Sheena assistiu aquela espectáculo um pouco receosa, sentiu uma pontada no peito ao ver a sua amiga ser trespassada por todas aquelas lanças de gelo. Sabia que tinha tocado no coração de Shiki e que poderia ter-la ajudado, sabia que podia ter controlado aqueles sentimentos. Mas não, os seus olhos apenas se destinavam ao Alibaba, ignorava sempre o desespero que a rapariga passava. Suspirou e pousou sobre o solo. Ainda estava distanciada de Shiki.

- Acabou Shiki. - falou num sussurro - O teu ciclo terminou.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 19:54

... Sim. Acabou, não acabou? - comentou ela, sentindo a vida a se esvair. - Mas é um ciclo, Sheena. Vai acontecer de novo. Vais me ignorar novamente enquanto eu enlouqueço, iluminada pelo seu romance adolescente e precoce, e depois vai cometer o meu assassinato de novo e de novo, eternamente. Talvez mudes o destino, mas o que foi feito hoje será feito toda vez. Serás a minha assassina pelo infinito, e ignorarás minha dor pelo infinito. Serás assim pelo infinito.

A Ryougi tateou em busca da Wind Breaker e colocou a sua frente.

Eu acho que vou dormir um pouco agora... Poderia pedir uma segunda chance a Hades, mas que diferença faria? Falharias comigo novamente, e sempre vais falhar, Sheena. Eu estou acostumada com isso. Por favor, entregue a... Entregue esta arma para a Azaka. Ela pode querer queimar, e não a tirarei esta oportunidade.

...

Boa noite, assassina demoníaca.

E assim foi.


Última edição por Mysterion em Ter 24 Jun 2014 - 20:10, editado 1 vez(es)
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Syaoran em Ter 24 Jun 2014 - 20:07

- Terminou? - perguntava-se enquanto sentia a água fria  que molhava a rocha - Doida... - comentou olhando a assassina nas suas ultimas palavras - Não queres ouvir isto de mim, mas não te culpes pelo o que aconteceu, cada um escolhe o caminho que segue e ela escolheu este. Ela está a tentar amaldiçoar-te, não podes deixar que isso aconteça. - comentou olhando Sheena.

De seguida procurou por Vee, sabia que ela deveria ter se escondido ou tentando fazer algo para ajudar, mas aquilo acontecera mais rápido do que o esperado.

- Vee! Volta, etá tudo terminado, não precisas de te esforçar mais! - chamava, não se importando mais com aquela mulher morta ali.

O pokemon colocou a cabeça de fora dos inúmeros buracos naquele local. vendo que tudo estava terminado saltou para fora e correu para Judal, que se abaixou para o receber.

- Pronto, pronto, está tudo terminado, depois obrigamos o Alibaba a nos recompensar pelo trabalho. - disse  acariciando o pokemon.


Última edição por Syaoran em Qua 25 Jun 2014 - 12:52, editado 1 vez(es)
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Mustang em Ter 24 Jun 2014 - 20:12

Sheena ouviu com custo as palavras de Shiki, confirmara todas as suas suspeitas. Respondendo ao seu último pedido, pegou na Wind Breaker da rapariga e guardou-a, aproveitou e recolheu o seu punhal também. As palavras de Judal pareciam tentar reconfortar-lhe, mas não foram bem sucedidas apesar da boa intenção. Desactivou a sua transformação, voltou ao normal. Shiki tinha razão, o único ciclo a ser quebrado foi o da sua vida, agora o ciclo da assassina demoníaca agora é que estava prestes a repetir-se. Então era este o ciclo? Maldição passada pela Shika e agora posta em Sheena. Sorriu e abaixou a cabeça.

- Não sei se será bom o Alibaba saber disto. No final de tudo, ele gostava dela.
avatar
Mustang

Mensagens : 435
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Sasagawa Alphonse
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Syaoran em Ter 24 Jun 2014 - 21:29

- Percebo a tua preocupação, mas se ele ficar a saber isso mais tarde será pior ainda. Por mim seria melhor ele saber disto e processar todos os seus problemas  de uma vez. Mas se quiseres eu suportar-te e tento esconder isto dele, claro que para isso é preciso fazer o corpo desaparecer. - comentou em relação ao desejo de esconder o acontecido de Alibaba - E desculpa por me meter nos vossos problemas, mas foi isso que ele me pediu quando foi embora. - desculpou-se finalmente, não era como se ele tivesse arrependido de ter falado e feito aquilo muito pelo contrario, era naus respeito pela aquela pessoa, apesar de tambem sabia que tinha sido rude e se intrometido no que não lhe dizia respeito
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Vulcânicas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum