Centro da Cidade

Página 5 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Dom 29 Jun 2014 - 17:13

Há sangue no solo. - comentou Sanae.

A frase dela desestruturou o silêncio que pairava entre ela e o mafioso. Desde que haviam partido da floresta de Sakuras, onde o ar lindo e árcade criava um afiado contraste com a aura e sentimento geral da vila, tão afiado que Sanae poderia cortar o dedo nele. Ela não estava inteiramente disposta a abandoná-lo, mas era de necessidade.

Há sangue para todo o lado, honey.

Não foi isto que quis dizer.

A tal de Shiki está a falar contigo?

Ela está mais quieta agora.

... Mentira, pensou Hyde, mas não podia contestar com a Mahou Shoujo. Tinha simplesmente de apoiar sua decisão, assim como apoiou os shinobis que estavam feridos, carregando-os para o hospital com tudo que tinha.

Não há nada que possamos fazer para ajudar?

Não sabia que Mahou Shoujos escondiam a profissão servindo de trolhas. Se pudermos ajudar, honey, saberemos. Por ora, a prioridade deve ser lembrar a esta malta que não importa a destruição, sempre haverá strippers lésbicas e Budweiser.

Penso que estejas certo. - suspirou a jovem, sentindo exaustão. - Achas que o Rei Loiro pode suportar?

O que viste nele?

Senti uma legião dentro dele. É tudo. Ele não me deixou pegar.

... Achei que o termo era tocar.

Tocar, isto. - e nada mais foi dito a respeito.

...

Hyde.

Manda, doçura.

Vamos ter que nos separar novamente.

Onde raios vais?!

... Falar com a Kohaku Onee-chan. Tem algo que preciso lhe dizer.

... Vai logo. Eu vou tomar conta da diplomacia. Mas é tão importante assim?

... Sim. Eu falei com a Maria-chan.

Merda, vai.

... E ela foi.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 29 Jun 2014 - 20:21

Por entre as ru(ín)as de Konoha caminhava o mago, assistindo ao resultado final que aquela invasão do exército de Hades tinha produzido. Já Prometheus, ainda em spirit form, subira a um edifício de alta estatura para poder visualizar também o estado do local. Caos, caos em todo o lado. Essa era a palavra que melhor descrevia a vila. Os danos causados na vila eram impossíveis de se ver, a invasão poderia ter terminado, mas o sofrimento que ela trouxera ainda agora havia começado. As marcas em Konoha eram grandes, mas as piores marcas eram aquelas que agora ficam no coração das pessoas. A ruína do ser lar, a destruição dos locais onde durante todas as suas vidas existia e frequentavam, a perda dos seus familiares, a incerteza se os que estão sob o fio da navalha irão sobreviver. A saudade e o amor pelos que partem, transforma-se em mágoa e dor nos que ficam, consumindo-os por dentro, segundo após segundo, criando um aperto, um vazio inexplicável.

O servant fechou os olhos e suspirou. Estava indignado. Indignado porque apesar de tudo isto, Athena fora incapaz de conceder a sua presença, ainda mais pela causa deste desastre ser Hades e a deusa da sabedoria, a protectora dos Homens foi incapaz de ajudar a prevenir o que acabara por acontecer. Indignado porque era um servant, o facto de a sua existência estar dependente de alguém parecia uma corrente que não o deixava afastar mais de uma certa distância. Ele era um 'servo' e apesar do seu master não ser alguém soberbo e arrogante que se tratasse como um ser superior, aquela condição incomodava-o. Indignado porque não conseguia descodificar onde poderia contactar ou até mesmo encontrar Athena, estava frustrado consigo, pois isso é algo que sentia que devia ser do seu saber - Respostas... - disse para si próprio, abriu os olhos e suspirou, caindo do edifício para outro telhado e começando a mover-se entre eles tentando procurar o seu master.

"Eu sou egoísta e só farei as coisas por mim", essas palavras ecoavam pela cabeça do jovem. Estava ainda estupefacto com o estado de Alibaba, o seu amigo, apesar de este parecia não o considerar assim tanto. O seu sonho é tornar-se um mago de excelência, ser capaz de fazer coisas extraordinárias e provar que não é preciso ter um sangue de 'realeza' para ser forte. Mas não estava a provar isso. Até agora estava sendo um mago mediano, e nada mais e até isso poderia estar a frustrar o seu servant, que não poderia atingir outros patamares porque o seu master não é forte. Agarrou com firmeza a sua lança -"Todos vocês têm potencial" foi o que disseste. Pois bem, tenho que certificar-me que realizo esse potencial. - cogitava Kyle. Era o que mais desejava, estava farto de ser mandado recuar por Alphonse e Prometheus, queria estar junto deles e mostrar que os pode ajudar e ser importante. Sentiu alguém atrás de si, mas não se preocupou.

- Já não há espectros pela vila, pelos vistos chegou ao términos ao talvez seja um pequeno interregno. - disse o grego. Os dois caminhavam sem rumo - E que fazemos agora? - perguntou o Sosuke - Bem, o Hokage estará a lidar com o último inimigo, portanto ordens dele não temos. Talvez tenhamos que ajudar na reconstrução da vila, ou temos carta livre para fazer o que quisermos, também o Alphonse vai ficar indisponível por um pouco. Se vires a Sheena diz-lhe que ele está no hospital. - relatava a actualidade que o mago desconhecia. Ficara um pouco surpreendido com a situação do seu mestre, mas isso só mostrava o quão forte era aquele inimigo e quão mínimas eram as chances dele sobreviver se estivesse lá.

Archer pensava, talvez este era a altura ideal para se ausentar por um pouco e descobrir a local onde Athenas poderia estar. Não tinha nenhuma missão, Alphonse tem que repousar, só faltava mesmo encarregar Kyle de algo mesmo. Porém, não fazia a mínima ideia onde poderia encontrar o sítio que livro lhe falara. Coçava a sua cabeça enquanto cogitava mais um pouco debaixo do olhar da lua cheia, lua essa que já testemunhara muitas coisas.

- Sabes, já se passou mais de um ano desde aquela noite de lua cheia. - disse com os olhos postos no satélite natural da Terra - No entanto, por vezes acho que não evoluí nada e ainda sou o mesmo rapaz que há um ano te invocou no templo. - desabafara Kyle sem um rosto de felicidade ou tristeza. Mas algo batera fundo no servant, como se finalmente tivesse atingido o tão desejado 'eureka' - Templo... É isso! - pensou Archer para si, era o que lhe andava a fugir à sua memória, o Templo de Athena, "rumores dizem que até visita o planeta esporadicamente, sendo resguardada onde maior ligação tem nele" que sítio teria mais ligação a Athena no planeta que o seu próprio templo? Esboçou um enorme sorriso, começando até a rir-se deixando o master sem perceber o que se passava - Se te faz sentir melhor, por vezes ajudas-me sem perceberes como. - disse entre risos, com Kyle ainda mais confusão e à nora.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Dom 29 Jun 2014 - 20:37

Hyde conhecia o sentimento de alguém morrer. Não choras, não lamentas, não gritas. Tua visão expande, seu nariz infla e congestiona, seus ouvidos estalam como a batida de um projétil, suas mãos seguram os arredores com firmeza para garantir que a realidade não se desfaça. Como era já o sentimento de matar alguém? Imaginava que tudo que podia se sentir era familiaridade. Família.

Espiou para os lados. Sabia que a primeira coisa que marcava uma guerra era o aroma de carne queimada. Inflou e esperou. O aroma estava ali.

Começou a andar em círculos, a cada minuto mais preocupado com o estado mental de Sanae. Ela lhe escondia alguma coisa, e tinha quase certeza do que era. Traia a si mesmo naqueles momentos pequenos e humanos, como o tremer de seu olho, a transfixa contemplação no fundo de um copo de chá, aquela mão fechada em punho durante os momentos difíceis, que tanto parecia ódio quanto prece.

Ela era uma Mahou Shoujo. Falar isso em voz alta evocava risadas até mesmo da própria pessoa, mas ela o era, e o era com um rosto de argila. Lembrava-se dela quando pequena, mesmo nos momentos antes de firmarem o pacto Mestre-Familiar. Lembrava que costumava brincar de monstro diante dela, e ela usava o Poder do Amor para lhe derrubar, para depois cair na risada e o abraçar, lágrimas escorrendo de felicidade. Ela pediu tanto, e tanto, que eventualmente lhe concederam.

... Hyde ainda se lembrava da noite em que ela se tornou o que era.

Ele não tinha a Chainsaw antes de Sanae. Ele tinha, no máximo, uma espada de plástico que ela roubou dos brinquedos do irmão. Quando Sanae se tornou a nova guardiã do Halloween, o poder obscuro fluiu para ele. Não foi agressivo, não foi invasivo, e nem mesmo fluía. Apenas entrava, batida na pedra atrás de batida na pedra, carregado apenas pela resignação. A transformação da jovem foi igual. Não houveram luzes e um círculo arcano gigantesco ao seu redor. Tudo que havia era uma Sanae quieta, e o som do bater de borboletas.

Estes eram os grandes momentos de reviravolta da vida, assim como a morte. Nenhum deles é dramático e épico, com orquestra. Eles são assobiantes, mundanos, e congelados, até que se perceba o fim da transição. E, quando percebes, estás parado no centro de uma vila arruinada, uma vila feliz e tradicional, devastada. Quando percebes, já não há outros brinquedos próximos.

Acendeu seu charuto.

Diplomacia. Há pessoas extraordinárias por aqui. Faça pela Sanae. - e, andando com a Chainsaw estendida para chamar atenção, saiu a chamar. - Há alguém aqui?
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 29 Jun 2014 - 21:13

De repente um som fez-se ouvir naquelas ruas lastimáveis. Kyle estranhando, foi ao encontro desse tal ruído. Mudou de rua, entrando numa deserta, ou assim parecia à primeira vista. Olhando com mais pormenor viu algo, uma espécie de peluche, seria de alguma criança? Talvez com o pânico deixaram cair. No entanto ao aproximar-se não parecia ser um mero urso de peluche, dado que gesticulava e carregava numa mão uma motoserra e noutra um charuto, algo pouco usual. Já próximo, abaixou-se.

- Será que isto é daqueles novos peluches que falam e mexem-se sozinhos? - perguntava para si próprio, ou assim parecia, mas Archer estava junto dele na sua spirit form, abanando a cabeça na sua mente com o que se estava a passar.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Dom 29 Jun 2014 - 21:19

Sim, mexem, fodem e batem. - respondeu Hyde, num tom desagradado. Olhava aos arredores; parecia que era apenas aquele rapaz mesmo. - Só estou a fazer a inspeção da vila, boy. Ver se há mais algum ferido que possa ajudar. E a ver se encontro alguma gaja.

Conforme Hyde falava, o estresse parecia desaparecer de sua cabeça, embora o charuto de certo que tinha sua ação tranquilizante. Afastou um pouco a motoserra demoníaca, prova suprema do seu contrato com a Dama do Halloween.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 29 Jun 2014 - 21:28

- Nunca vi um teddy bear assim, que esquisito. - dizia o mago coçando a parte posterior da sua cabeça com a mão livre. Ergueu os seus joelhos, ficando de pé, brincadeiras à parte isto não era mesmo um peluche, mas isso não era importante, as intenções dele eram boas portanto isso era o que contava - Bem, fico feliz pelo que estás a fazer mas isso já foi tratado, os feridos já foram transportados para o hospital e o resto levado para o refúgio, apesar de a ameaça já ter terminado. Mas agradeço a tua ajuda. - disse, levantando o polegar e sorrindo, apesar da sensação estranha de estar a fazer isto a um urso de peluche. Archer levava a mão à cara com este momento insólito.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Dom 29 Jun 2014 - 21:39

Ah. Eu passei a última hora a ajudar shinobis a alcançar o hospital, pelo visto já não preciso mais. - comentou, guardando a gigantesca motoserra dentro do seu corpo, o que não deveria ser fisicamente possível, e a apreciar mais o seu charuto. - Não sou um teddy bear qualquer. Eu sou o familiar de uma Mahou Shoujo. Estamos aqui para ajudar apenas.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 29 Jun 2014 - 21:48

- Mahou... Shoujo? - disse instintivamente, sabia que isso queria dizer que era uma rapariga com capacidade mágicas, mas isso era muito vago - Que tipo de magia possui ela? - interrogou, curioso pois ele era um 'Mahou Shounen'.
O servant já se encostara à parede de braços cruzados, enquanto os dois conversavam.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Dom 29 Jun 2014 - 22:06

Halloween. Ela é a Mahou Shoujo do Halloween, o que quer dizer que ela rege o conceito deste dia e todos os símbolos associados a ele, e tem o destino de se tornar na Bruxa do Halloween. - explicou. - Ela não é uma maga qualquer. Ela pode ser pensada como avatar do Halloween. Não é uma magia que ela pratique, como muitos. É a magia que pertence a ela, que ela será dona até sua morte. - contou Hyde com um tom ameno. - ... Até a amarga morte, aliás.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 29 Jun 2014 - 22:18

- Oh... parece ser um grande fardo que ela acarreta. - disse o jovem, apesar de não perceber na totalidade tudo o que o urso dissera. Todavia tinha se apercebido da seriedade do conteúdo e reproduzindo o que talvez o que a pessoa a seu lado faria, o mago abaixou-se e estendeu a sua mão - Sou o Kyle, e tu como te chamas? - introduziu-se com um sorriso, que também o grego esboçara, apesar de muito mais subtil.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Dom 29 Jun 2014 - 22:21

Ah, que educado, diz o nome antes de pedir o do outro. - o urso realmente ergueu a sobrancelha diante disso, realmente parecia surpreso. Sorriu como charuto agressivo na boca e estendeu a pata para cumprimentar o rapaz. - Hyde Van Helsing, prazer. - falar aquele nome em voz alta realmente denunciava o quão artificial parecia, mas era verdadeiro e, naquele estranho mafioso de motoserra demoníaca, era apropriado.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 29 Jun 2014 - 22:28

- Hyde então? Bem, já ajudaste algumas dos habitantes da vila, precisas de ajuda em encontrar a tua dona ou de voltar a ela? - perguntava amistosamente dado que não tinha nada para fazer e seria bom andar mais um pouco a ver se encontrava Sheena ou Alibaba, ou alguém conhecido mesmo.

Archer suspirava. Tinha que alinhar no que Kyle se metesse, mas cogitava na sua mente a possível paradeiro do Templo de Athena, pois tencionava lá ir, e quanto mais cedo, melhor.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Dom 29 Jun 2014 - 22:32

Não. Tenho laço empático com ela. Sei exatamente onde ela está e ela sabe onde estou, apenas acontece que ela me pediu um tempo sozinha. - disse com calma. Pareceu ter alguma amargura de estar separado dela, no entanto. - És praticante de Magecraft, ou Magia, ou Feitiçaria, ou Witchcraft, ou Coisa de Satan, seja lá como prefira chamar?
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 29 Jun 2014 - 22:46

- Sou apenas um simples mago ahahaha. - disse Kyle levando as mãos para trás da cabeça, com a mão direita sempre com a lança empunhada - Um black mage para ser mais preciso. É uma magia ofensiva com base nos elementos comuns e outros feitiços, todos ofensivos. - explicou - Não é uma magia muito poderosa porém. - disse, baixando um pouco o sorriso - Mas eu quero mostrar que de qualquer jeito posso ser um excelente mago. - confessou, desviando os seus olhos momentaneamente para o céu.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Dom 29 Jun 2014 - 22:52

Ah, gosto de malta assim (1) - respondeu Hyde, rindo daquela maneira sinistra que era de sua natureza, mas com honestidade afável. Não fosse por ele ser montado e criado por energia negra e pesadelos, ele teria uma expressão muito mais parecida com a sinceridade que estava em suas palavras. - A Mahou Shoujo também é assim, mas de uma forma diferente. Ela quer lidar com toda a escuridão que percorre os corações humanos. Ela deveria ter se tornado psicóloga então, mas lá está, abóboras explosivas e tudo.

Spoiler:

(1) Alusão ao conceito de Self-Made Man, da máfia, em que o sujeito escala por seus próprios méritos dentro da família. Também é termo geral para mafioso.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 29 Jun 2014 - 23:10

-Lidar com a escuridão nos corações? Parece-me algo bastante nobre e bom da parte dela mas... - pausou, imaginando como seria lidar com tanta escuridão, tantos pesadelos, maus sentimentos era de facto algo que podia stressar e abusar alguém - Mas lidar com tanta escuridão pode ser exaustivo e prejudicial até... - disse, tentando imaginar que tipo de pessoa seria a dona de Hyde.
Archer, que continuava encostado à parede de braços cruzados, abrira um dos seus olhos quando ouviu "lidar com a escuridão que percorre os corações humanos" começando a ganhar interessa na conversa e nesta personagem desconhecida.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Dom 29 Jun 2014 - 23:45

A mente dela um dia vai entrar em colapso... Isso vai destruir ela por dentro. - uma nota fria vinha da voz de Hyde, não fria de indiferença, muito pelo contrário. - ... E um dia, tanta escuridão vai lhe transformar numa Bruxa. Mas ela mesma colocou uma maldição em si mesma, no dia que ela sucedeu a Mahou Shoujo do Halloween anterior. A maldição de que, quando a escuridão a tomasse, o coração dela parasse de bater, para ela levar todo aquele mal consigo para os confins da existência. Para que ela não causasse mal a ninguém. Para que ela... Pudesse fazer alguém sorrir. Ela não é heroína, nem mártir. Ela não quis isso. Ela quis ser Guardiã dos Corações Humanos, e parece que luta todo dia a ver disso.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Seg 30 Jun 2014 - 0:05

Comovido. Ficou um pouco o mago ao ouvir as palavras do peluche. Sentia que a descrição que Hyde efectuava da sua dona, podia ser adaptada até para o seu servant, no entanto ainda não conhecia a rapariga em questão. O jovem sorriu gostava do produto que a se imaginação estava a elaborar daquela miúda desconhecida - Ela pode não se considerar uma heroína, nem fazer isso para que a reconheçam como uma, mas eu diria que ela é. Mas uma coisa é certa, ela não está sozinha a lidar com isso. Há muitos que também se esforçam por motivos semelhantes. - disse resistindo a tentação de olhar para o seu lado onde estava Archer, que continuava estático como se fosse uma estátua. Olhou para os lados da rua, verificando que continuavam apenas os três ali - Bem, acho que estamos um pouco sós, que tal procurar alguns conhecidos? - perguntava curioso por saber onde estaria Sheena e Alibaba.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Mysterion em Seg 30 Jun 2014 - 0:13

Sim, vamos. Passemos a frente de algum lugar onde é proibido fumar para eu dar uma longa tragada e gozar com os donos. - brincou Hyde, embora soubesse que no atual estado da vila tais locais eram irrelevantes ou até inexistentes.
avatar
Mysterion

Mensagens : 655
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: (Caster) Alucard Brunestud
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Hiroby em Sex 4 Jul 2014 - 18:32

Saibam que no meio do caminho, enquanto eu seguia o JoJo-kun, eu acabei observando os horrores da guerra, e meu pyosu do céu, eu fiquei tão mal vendo todo aquele horror. Os corpos caídos no chão me deixavam mesmo num estado de espírito terrível, porém, eu não conseguia parar de fixar os em toda aquela situação. No meu cerne, aquele ser ria novamente, e sua risada era cheia de vigor. Eu tinha medo dele, ainda mais por ele parecer me detestar. Eu o chamava de Mr. Bad Guy, apesar dele não parecer gostar muito da alcunha. Dizia que tinha muito haver com o Freddie Mercury. O Bad-kun gostava de todo aquele terror apossado em Konoha, e isso é algo que eu não consigo aceitar nele. E nunca vou conseguir... Mas eu não consigo me livrar dele, do mesmo modo que ele gostaria de se livrar de mim.

Mas esquecendo esse assunto. Eu acabei me perdendo do JoJo-kun, e então comecei a andar por toda a Konoha destruída, sem saber o que fazer. Não havia mais quem eu pudesse ajudar. Só existiam corpos mortos em várias direções, um verdadeiro massacre. E ainda sim, mesmo em meio ao terror, haviam lugares que nem haviam sido atingidos naquela vila.

Eu segui algum caminho qualquer por aquela massa de destruição, me perdendo ainda mais em tudo aquilo.
avatar
Hiroby

Mensagens : 157
Data de inscrição : 09/05/2014
Idade : 18
Localização : Acrelândia

Ficha do personagem
Nome:: Edward Arques
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Syaoran em Sex 4 Jul 2014 - 22:30

- Não dormes assim tanto à bastante tempo. parece que o que aconteceu ontem apesar de mau fez-te descansar mais. - comentou Judal enquanto caminhava lado a lado com Alibaba sendo os dois seguidos por Vee

- Não te contei, arranjei uma maneira de tentar viver comigo mesmo, mesmo que tenha todos eles comigo. - disse, ago meio confuso.

- Não percebi. Estás a falar do quê? - perguntou o mago olhando com um ar confuso para o rapaz

- Eu contei-te que tentei destruí-los e mata-las dentro de mim. Mas talvez isso seja impossível agora. E por isso lembrei-me tentar falar com eles, mesmo que seja difícil e já consegui fazer as "pazes" com alguns deles, apesar do resto continuar a encher-me a cabeça. - tentou explicar.

- Falar... então é por isso que pareces um pouco mais como como eras à 1 ano atrás. - disse o Príncipe de Gelo.

- Pode até ser, mas tu próprio disseste que agora é impossível eu voltar a ser como antes. E concordo, se eu fosse como antes tinha a aceite como ela é agora ficando iludido que ela é a mesma pessoa ainda. O meu amor por ela pode ser grande o suficiente para deixar casa e tentar ficar com ela, mas não foi suficiente para a aceitar como ela se tornou, mesmo que isso seja minha culpa também. - disse coçando a cabeça

- Melhor paramos de falar dela, se não vais começar a chorar. Pelo menos estou feliz de teres arranjado alguma maneira de melhorar o teu estado. - felicitou o mago.

- Que fazemos agora? Tu insinuaste que não estaria em Konoha em si então a onde estaria? - perguntou o Alquimista

- Lá sei, temos de procurar. Pode demorar varios dias, por isso melhor separamos-nos. - aconselhou Judal ponderando para que lado deveriam ir. - Eu vou para a Floresta já que as montanhas são demasiado quentes para mim. Se não encontramos nada ao anoitecer voltamos para o Navio e no dia seguinte continuamos as buscas.

- Faz sentido, mas continuou a achar estranho os templos não estarem nas cidades em si. De certeza que não viste nada? - perguntou ainda incrédulo.

- Eu não tenho a certeza, pode ser que o templo já tenha sido destruído à muito ou que tenha sido destruído durante o ataque, mas também não temos muitas pessoas em condições de nos responder, a quem possamos perguntar se tem algum tempo ou se sabem algo das armas. - resmungou Judal.

- Está bem, mas podíamos gastar o primeiro dia a procurar pela cidade, talvez ajudar na reconstrução assim conseguiríamos respostas. - disse Alibaba, olhando o mago mas percebendo o olhar de desprezo do mesmo

- Se quiseres podes tentar ajudar na reconstrução, mas eu não o irei fazer e não me vais obrigar a isso. - disse num tom neutro, não gostaria nada de tentar ajudar mais ainda um lugar que não lhe dizia nada.

- Já sei, podemos separar-nos os 3 A Vee fica para cidade e nós vamos para os outros lugares. - aconselhou o rapaz olhando o animal que apenas os seguia.

- Hmm está bem, podemos deixa-la encarregue na cidade em si e nós vamos para fora. - aceitou a proposta

- Vee? - chamou abaixando-se em frente do pokemon - Nós vamos deixar-te outra vez sozinha, cada um de nós vai ter uma tarefa importante a tua é andar pela cidade em busca de algo parecido com um templo - explicava lentamente ao animal que abanava afirmativamente com a cabeça - Muito bem, então separamos-nos, Vemos-nos logo à noite no Navio com sorte com algum tipo de respostas. - disse o rapaz

Judal abaixou-se junto de Alibaba e os 2 bateram os punhos na pequena pata levantada do animal e depois separaram-se.




A pequena Vee fazia mais uma busca na cidade, no dia anterior fora pela rapariga e hoje era por um tempo, já tinha andando por muito de Konoha destruída, mas teria de refazer os mesmos caminhos já que não estivera muito atenta aos edifícios mas sim ás pessoas que sentia ou via.

- Vee... ve... Veeee... - ginchava o pokemon olhando para um lado e outro das ruas por onde caminhava tentando desta vez te sucesso na missão dada pelos seus donos.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Syaoran em Sex 25 Jul 2014 - 16:54

-De volta... Haaa... - suspirou massajando os seus próprios ombros, ainda estavam a recuperar dos ataques mas não demoraria muito até voltarem a um ritmo normal - (Encontrei o que procurava a falhei ao tentar obter-la. Acho que não tenho mais nada que possa fazer aqui, vou pedir desculpas ao Judal e a Vee e podemos partir para Fuyuki. Alguém há de conseguir ajuda-la.) - pensava com uma cara triste enquanto caminhava, não tinha mais planos, se tivesse conseguido obter a espada com certeza iria continuar a procurar outras relíquias como ela, mas com o falhanço deu para perceber que iria ser impossível para ele mesmo que encontrasse outra iria acabar por falhar novamente, não estava ao nivel, precisava de melhorar para voltar a tentar, pelo menos tinha a certeza que podia tentar de novo. Por essa razão e sem nada em mente para fazer, iria voltar para um futuro próximo ele iria voltar para Fuyuki ver o estado do seu negocio com certeza abandonado tentar abri-lo e cuidar dos seus problemas antes de tratar tratar dos dos outros.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Syaoran em Qui 20 Nov 2014 - 20:08

- Então não é muito diferente de outros grupos. Isso é confortador. - suspirou, havia estado a perguntar a algumas pessoas enquanto caminhava pela vila, já percebia melhor o estado, mas mesmo assim não sabia como seria a maneira mais rápida de subir, não ficava bem chegar lá e dizer que quer ir para algum tipo de escalão importante, mas também começar por baixo iria demorar bastante para ter acesso a informações relevantes - Eles tiveram cá durante mais de um ano para chegarem a onde chegaram não posso pensar que apenas com uma conversa vou chegar lá ou lá perto sem ter nada a oferecer. - comentava baixo coçando a cabeça, era verdade que não tinha nada para oferecer a não ser a si mesmo e às suas habilidades, mas como ele deve haver dezenas de pessoas, ou assim ele pensava, não demoraria muito a chegar à entrada do Edificio do Hokage, tinha de pensar em algo.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Tsunayoshi em Dom 30 Nov 2014 - 21:59

- Onde será que ele está? - interrogava-se o servant. Konoha não era propriamente uma vila pequena. Tinha inúmeros locais que uma pessoa podia se acomodar - Ele provavelmente está a usar este tempo para continuar a ler o seu livro, portanto é muito possível que esteja numa zona sossegada. - raciocinou, partindo em direcção à floresta e outras zonas mais periféricas da vila

- Trata de procurar pelo centro da vila, eu irei investigar pela floresta e montanha. Quando tiveres alguma coisa, diz. - comunicou, telepaticamente ao seu master.

Este ouviu a mensagem e continuou a percorrer as ruas de Konoha, procurando o Copy Ninja. Um dos maiores problemas, era a vestimenta. Kakashi usava os trajes típicos dos jounins, e apesar de possuir um cabelo distinto e ter a sua máscara e bandana que o caracterizam, a população de Konoha era enorme para procurar um indivíduo a olho pela vila. Ia perguntando às pessoas se viram o Jounin, mas ninguém sabia.

- Isto vai ser uma missão complicada. - disse suspirando.
avatar
Tsunayoshi

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/05/2014

Ficha do personagem
Nome:: Prometheus - Archer
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Syaoran em Dom 30 Nov 2014 - 22:11


Apesar da vestimenta comum para a Vila de Konoha, Kakashi não passava despercebido pelas ruas, Kyle enquanto perguntava começava a receber imformações, muitos diziam que o viram passar pela ruas calmamente, mas nums casos era para zonas remotas da vila como a floresta, mas noutros era praticamente para o lado oposto, o que praticamente deixava o rapaz na mesma.
avatar
Syaoran

Mensagens : 749
Data de inscrição : 18/05/2014
Idade : 23
Localização : Matosinhos

Ficha do personagem
Nome:: Alibaba Saluja
Stats:
Estilos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Centro da Cidade

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum